5 de agosto de 2009

O que me inspira

A lua me inspira. A noite negra sem nuvens e cheia de estrelas me inspira... A música, seja ela lenta, rápida ou meio termo. É música? Eu estou ouvindo? Então estou inspirada! Grupos de pessoas, de etnias, culturas e línguas iguais e diferentes. A pessoa em si já me é inspiradora. A natureza também me inspira, o que você imagina quando escuta a palavra paisagem? Uma praia bem azulzinha, areia e um coqueiro? Ou várias árvores e um sol bem bonito?

Uma história legal também me inspira, tipo, Branca de Neve e os sete anões... Televisão também, tem algo melhor do que novela? (risos). Passei o dia inteiro fazendo um trabalho que minha escola passou por e-mail pra gente pra compensar o tempo perdido por causa da gripe A, e isso foi tão inspirador, você não tem ideia! Já tinha eu terminado o primeiro tópico da atividade quando por ventura li uma frase em que me toquei que tinha feito tudo errado. Uma folha frente e verso, isso só acontece comigo viu... Mas vendo pelo lado positivo foi bom, aprendi coisas novas sobre a febre maculada (apesar de os meus professores repetirem todas as aulas que o Wikipédia não é uma fonte de pesquisa tão recomendada assim).

Conversas também me inspiram, aquelas conversas do tipo: tá calor hoje ? ÓTEMA. Ou então: O que fez ou vai fazer de bom hoje? Ah, adoro esse tipo de "conversa". Queria tanto descobrir um jeito de dizer "Cala a boca e me deixa em paz pelo amor" delicada e educadamente, mas acho isso praticamente impossível, então prefiro ficar eu calada e só responder um AHAM básico. E isso me inspira tanto.

A TPM também é uma fase extremamente inspiradora. Aquela fase em que eu fico estupidamente sensível e choro por tudo, ou também em outros dias em que tudo te irrita e você pode simplesmente descontar sua raiva quebrando o ENTER do seu teclado, ou ainda praticando a 'músicaterapia', onde você liga seu som no último volume e sai cantando com sua voz de cantor de chuveiro. Ah, se você for adolescente e irmã mais velha assim como eu pode descontar sua fúria no seu irmão caçula, é tão legal vê-lo pedindo pinico (risos).

Tudo bem, minha irmã caçula não me inspira... Até meu pé pode me inspirar mas ela não, ela me é útil para fazer pilates. Sim, eu faço pilates com ela, é tão engraçado. Um dia estávamos fazendo alongamento em dupla, ela se desequilibrou e eu também, aí já viu ? Caímos as duas nos brinquedos dela e fizemos aquela bagunça em meio aos nossos risos espontâneos.

Minha irmã pode não me inspirar, mas a alegria que ela me proporciona e que qualquer pessoa me proporcione me inspira, e mais do que qualquer coisa... E você, o que te inspira?



Receba minhas novidades!




Compartilhe essa postagem!!

Nenhum comentário:

Topo
Por Blogger | Design por Genesis Awesome | Blogger Template por Lord HTML